Realização! Ação de SER real


A realização é resquício de emoção, de sensação, de identificação... Como pode uma luz que brilha necessitar de realização. A luz É e brilha a milhões de anos! E mesmo assim brilha. Portanto, não há realização, há nada, há tudo, há uma neutralidade sentida.


A consciência não desperta, a consciência É, e expande à medida que se há mais consciência. Portanto, o exercício de acordar, se entregar, silenciar, se esquecer... É expansão de consciência.

Perceber que a experiência de viver no mundo com tanta informação... E a informação da própria consciência é SER nada. É não ser o que o mundo apresenta, é SER a consciência. E a consciência não se auto realiza. A consciência é só consciência.


A consciência É


A consciência não desperta, a consciência É, e expande à medida que se há mais consciência, portanto o exercício de acordar, se entregar, silenciar, se esquecer... É expansão de consciência. É ser consciente da própria consciência, é iluminar a própria Luz iluminada... É ascender.


Resquícios de emoções, de desejos, só relembram o sofrimento.

Ascensão, iluminação, é olhar e ver a luz dentro... Fora... Dentro... Fora... até tornar UM, até enxergar e ver no escuro, até enxergar e ver no claro.


A liberdade é isso, é não se apegar a nada, é não se comparar a nada, é sentir! Sente algum tipo de sensação...? Observe! Sente algum tipo de conceito...? Neutraliza! Sente algum hábito...? Zera!


A CURA tem uma única fonte: é a responsabilidade. Todo e qualquer movimento de agora em agora, são responsáveis por estarem, por serem, por fazerem.

Se auto responsabilizar é sentir a FÉ.


Responsabilidade: palavra a ser dita, observada, sentida. Seres responsáveis deixam a consciência SER a consciência, e se envolvem da energia potente que é a FÉ. Vibram, emanam a CURA.


Investiguem-se!


Vocês são luz! Responsabilizem-se por serem luz, cuidem da FÉ que CURA.


Gratidão.

13 visualizações